Secretarias e Órgãos
Telefones úteis
Redes Sociais

Calendário
Fevereiro 2021
D 2a 3a 4a 5a 6a S
31 1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 1 2 3 4 5 6
Projetos de Pesquisa

PROJETOS DE PESQUISA DOS PROFESSORES:

1. Profa. Dra. Ana Maria Pereira Lima

MULTILETRAMENTOS, MULTIMODALIDADE E ANÁLISE DO DISCURSO PARA O DESENVOLVIMENTO DE PRÁTICAS DE LETRAMENTO CRÍTICAS

Os projetos de letramento (leitura e escrita) associados às tecnologias oferecem a possibilidade de extrapolar o tempo de execução, além de requerer pouco ou nenhum recurso financeiro. Os celulares assumem funções primordiais, e os hábitos, culturas e modos de trabalho passam por meio dessa ferramenta a serem compartilhados em tempo real. Nesse sentido pretendemos analisar propostas de intervenção no fazer docente que desenvolvam o letramento digital, articulando tecnologias e usos digitais nas escolas, envolvidos com práticas multiletradas, multiculturais e multimodais vinculados a diferentes vertentes teóricas (Análise de Gêneros, Semiótica Social, Gramática Sistêmico-Funcional, Análise de Discurso Crítica, Linguística Aplicada entre outras), que tenham como objetivo compartilhar experiências ou propor avanços teóricos ou epistemológicos para o ensino mediado pelas redes sociais e/ou pelos dispositivos móveis.

2. Profa. Dra. Daniele Barbosa Bezerra

MEMÓRIA DE PROFESSOR E DA EDUCAÇÃO NO CEARÁ

O professor Joaquim da Costa Nogueira dedicou-se à educação, em Fortaleza, no período de 1904-1934. Fundou o Instituto de Humanidades (1904) e o Collegio Nogueira (1918) que ficaram na história da educação cearense pela vanguarda de suas experiências pedagógicas. Esta pesquisa reconstitui o percurso profissional, os projetos escolares e educacionais fomentados por ele; identifica os teóricos que o alicerçaram em sua vida profissional, assim como as leituras que o balizaram na construção do saber. A somar com a sua atividade de educador apresenta-se, uma outra faceta de Joaquim Nogueira, a de editor de livros. Proprietário da Typhographia Escolar, junto ao seu filho, José Mendonça Nogueira, foram responsáveis por diversas publicações de caráter didático, além de outros gêneros, tais como: a Revista Escolar, o Anno Escolar, o Baralho Arithmetico, As Lições Progressivas das Primeiras Letras, Lições de Arithmetica, o Anuário Cearense; o jornal, Bandeirante; a Miscellanea, o Indicador Cearense, o periódico Bric à Brac. Além disso, identifica-se os personagens coadjuvantes da sua história, em sua Teia de Sociabilidades, que até então, permanece ignorada pela historiografia. O diálogo com autores do porte de Ricoeur, Le Goff, Dosse, Wolff, Veyne, foram fundamentais para a construção dessa pesquisa. A relevância desta biografia para a história da educação deve-se à possibilidade de compreensão de suas práticas educacionais, além da necessidade de situá-lo na sociedade das três primeiras décadas, no Ceará, a partir dos vínculos profissionais com educadores e intelectuais de outros estados e países. Conclui-se que o nome de Joaquim da Costa Nogueira é de extrema relevância para a história da educação no Ceará e não pode ser ignorado pelos investigadores da área.

3. Prof. Dr. Edmilson Alves Maia Júnior

MÚLTIPLAS CHAVES PARA DIVERSAS GRADES: SOCIABILIDADE, COMPORTAMENTOS E USOS DA TELEVISÃO EM QUIXADÁ NA DITADURA. 1964-1985

Nessa pesquisa daremos continuidade a investigação iniciada no Estágio Pós-Doutoral na Universidade Federal do Ceará em 2017, ao estudarmos aspectos da indústria cultural em Quixadá na ditadura de 1964-1985, a partir de narrativas de sujeitos históricos que vivenciaram a chegada da energia elétrica e da televisão. Buscamos compreender subjetividades em ação com seus critérios e interesses e dadas mobilizações do imaginário de uma sociedade que vivia de forma específica a estruturação da televisão e seu fluxo promovida em meio a expansão do mercado de bens simbólicos no país. Analisamos a historicidade do passado e de versões sobre ele destacadas em seus interesses e seletividades. Dessa forma, a historia oral como metodologia principal possibilita estudarmos determinados atores sociais e narrativas sobre suas vidas e tramas da modernização conservadora em Quixadá. As relações que estabeleceram com meios de comunicações em sua sociabilidade no Sertão Central em uma discussão sobre o tempo presente e múltiplas relações com o passado. Assim, o foco central será desenvolver roteiros, realizar, transcrever e interpretar entrevistas com pessoas que viveram esse processo da chegada da televisão na cidade em diversos momentos, e em distintas posições. Com isso, levantaremos e interpretaremos dimensões da vida social e da sua transformação pelos usos da TV no cotidiano durante o período da ditadura. Estudaremos ações pretéritas e como falaram delas no presente. Criamos chaves de interpretação para múltiplas grades experimentadas. Das janelas, ou portões, das casas dos outros, grades nas praças que sustentavam, e prendiam, as TVs, o fluxo televisivo que pretendia ser uma grade a moldar o tempo.

4. Prof. Dr. Edilberto Cavalcante Reis

MEMÓRIAS DA TERRA PROMETIDA: NARRATIVAS DE MULHERES DO ASSENTAMENTO 25 DE MAIO SOBRE A LUTA E A POSSE DA TERRA

O presente projeto de pesquisa tem como objeto de investigação a realidade vivida pelos habitantes do Assentamento 25 de Maio. O referido Assentamento localiza-se no município de Madalena, no Sertão Central do Ceará e surgiu da luta dos trabalhadores sem-terra no final da década de 1980. Depois de acirradas lutas, as pessoas tiveram acesso à terra de latifúndios improdutivos da região sendo assentados números significativos de trabalhadores na região. Hoje é o maior assentamento do MST do Ceará ocupando quase 1/3 do território do município e Madalena.

5. Prof. Dr. Expedito Eloísio Ximenes

PROJETO 01: ESTUDO LINGUÍSTICO-FILOLÓGICO E HISTÓRICO-SOCIAL DE GÊNEROS TEXTUAIS DA ADMINISTRAÇÃO COLONIAL BRASILEIRA.

O presente projeto de pesquisa tem como objetivo identificar, levantar e editar textos manuscritos ou datiloscritos, pertencentes a arquivos cearenses de instituições públicas administrativas como o Arquivo Público do Estado do Ceará-APEC, bem como arquivos de instituições religiosas, como as cúrias diocesanas e de particulares. Os textos são editados seguindo as normas metodológicas da Filologia/Crítica Textual, que garantem preservar a genuinidade dos textos, por meio da edição semidiplomática, uma vez que são poucas as interferências do editor. Após a edição, os textos são disponibilizados para estudo de fenômenos diversos, tanto referentes à língua e ao contexto histórico e social de produção dos documentos quanto a outros objetos de investigação das ciências afins como a Diplomática, a Paleografia, a Codicologia dentre outras. Além da preservação do conteúdo registrado, a análise e a interpretação dos textos possibilitam um mergulho nas relações da sociedade brasileira que possibilita fazermos uma comparação com o momento atual e também compreender os discursos e as ideologias subjacentes, além de possibilitar a constituição da história da língua portuguesa por meio dos registros de usos e contribuir para a história social e cultural do Ceará e do Brasil.

PROJETO 02: LÍNGUA E CULTURA: AS REALIDADES DE LINGUAGEM DO CEARÁ

O presente projeto insere-se na linha de pesquisa 01, Linguagem, tecnologia e ensino, do Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, e também na linha 01, Memórias e historicidade, do Mestrado Interdisciplinar em História e Letras, ambos da Universidade Estadual do Ceará, e busca desenvolver um estudo voltado para a relação linguagem e cultura em grupos sociais, profissionais e regionais situados no estado do Ceará. O estudo objetiva investigar a linguagem dos grupos pesquisados como uma manifestação cultural do estado do Ceará e pretende analisar a identidade do povo cearense como um ator ativo social, cultural e linguisticamente. Buscamos também, com essas abordagens de estudos da linguagem, compor produtos lexicográficos, terminográficos e de outros aspectos lexicais e discursivos que registram as tradições culturais de nosso estado, a partir da linguagem utilizada pelos representantes desses grupos. A pesquisa se desdobrará em subprojetos (pesquisas de doutorado, de mestrado, de especialização, de graduação e de iniciação científica), que executarão a metodologia proposta e comporão o estudo como um todo, confluindo para o alcance dos objetivos traçados. Como meios para chegarmos às redes léxico-culturais e aos aspectos discursivos e semântico-pragmáticos, observaremos as realidades de linguagem dos participantes da pesquisa in loco, considerando os métodos pragmático, palavras e coisas e terminológico para estruturação dos diversos usos da língua como o campo lexical de cada grupo pesquisado e os marcadores discursivos dentre outros. Assim, aspiramos sistematizar e analisar esses aspectos que revelam as realidades linguísticas do estado do Ceará e que são indispensáveis para percebermos e divulgarmos a cultura desse estado por intermédio da linguagem praticada pelos cearenses em cada grupo cultural específico.

6. Profa. Dra. Fátima Maria Leitão Araújo

DOS ESPAÇOS ESCOLARES E DE MILITÂNCIA POLÍTICA À SALA DE AULA: PERCURSOS FORMATIVOS E EXPERIENCIAIS DE EDUCADORAS BRASILEIRAS (1950 2000)

Esta investigação busca traçar os percursos formativos e experienciais de meninas-moças e jovens que outrora combateram a ditadura civil-militar brasileira. Essas mulheres se tornaram professoras, o que nos instiga a conhecer suas trajetórias profissionais, buscando elementos das experiências de militância política na constituição do ser professora. Assim, nesta investigação, buscamos identificar os percursos encetados por mulheres brasileiras no que se refere às suas trajetórias educacionais e, dessa forma, compreendermos o papel da escola e/ou de outros espaços formativos como contributo no processo de politização de tais personagens, levando-as a assumirem posturas incomuns ao que era esperado/exigido pela sociedade em relação ao sexo feminino. Neste estágio da pesquisa, já desenvolvida há algum tempo, buscamos extrapolar os limites do estado do Ceará e ir em busca de sujeitos com o mesmo perfil em outros estados brasileiros, notadamente em Pernambuco, Minas Gerais e São Paulo. Perseguindo tal mister, nos utilizamos da biografia como abordagem que vivifica as narrativas que envolvem trajetórias individuais, como forma de apreensão do passado. Neste sentido, a biografia, a despeito de se apresentar como um recurso metodológico carregado de controvérsias, tem se destacado nas última décadas pelo crescente interesse por parte de historiadores e de outros pesquisadores das ciências humanas e sociais. Além da fonte oral são utilizadas fontes documentais e hemerográficas. Quanto aos sujeitos de pesquisas são mulheres que se encontram, hoje, em faixa etária entre 65 a 75 anos (aproximadamente). A amostragem proposta é de 6 educadoras, duas de cada estado. A internet constituir-se-á ferramenta para a coleta de dados da pesquisa, quando da impossibilidade de deslocamento aos lócus de pesquisa.


7. Profa. Dra. Isaíde Bandeira da Silva

Projeto 01: O PATRIMÔNIO CULTURAL NOS LIVROS DIDÁTICOS DE HISTÓRIA: A PESPECTIVA INTERDISCIPLINAR EM FOCO (PNLD 2017-2019)

Nesta pesquisa temos como objeto de investigação o patrimônio cultural, em especial nos âmbitos: material, imaterial e natural, conforme designação do artigo 216 da nossa Constituição Federal. O nosso objetivo é analisar como o patrimônio é abordado nos livros didáticos de História das séries finais do Ensino Fundamental, com foco especial na perspectiva interdisciplinar. Partiremos das seguintes indagações: Qual é o conceito de patrimônio que permeia os conteúdos do Ensino de História? A interdisciplinaridade tem espaço na abordagem patrimonial? Se afirmativo: Como? De que forma o patrimônio material é exposto nos textos, imagens e atividades dos livros didáticos? Como o patrimônio imaterial é apresentado nos livros didáticos de História? O patrimônio natural permeia os conteúdos do Ensino de história veiculados nos livros didáticos? Dentre os teóricos que dialogamos destacamos GONÇALVES (2007), PEREGRINO (2012), SILVA (2014) e FONSECA (2010). Utilizaremos como metodologia uma investigação nos documentos oficiais sobre a disciplina de História no Ensino Fundamental, como nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN), nas Diretrizes Curriculares para Educação Básica (DCN) e na Base Nacional Curricular Comum (BNCC), buscando identificar quais são as diretrizes que estes documentos fomentam sobre o patrimônio cultural e interdisciplinaridade. Teremos como fonte de pesquisa direta quatro coleções de livros didáticos de História (cada coleção tem 4 volumes) das séries finais do Ensino Fundamental, que foram aprovadas no último Guia do Programa Nacional do Livro Didático, do triênio 2017-2019, dentre elas as duas coleções mais adotadas nos municípios de Quixadá e Fortaleza. Reafirmamos a necessidade do registro e análise de como o patrimônio cultural e a interdisciplinaridade são veiculados nos livros didáticos de História para melhor compreendermos nossa História social.

Projeto 02: "AS APROPRIAÇÕES DO LIVRO DIDÁTICO DE HISTÓRIA NO COTIDIANO ESCOLAR DO ENSINO MÉDIO: OLHARES DOS PROFESSORES DO CREDE 12 NO SERTÃO CENTRAL DO CEARÁ"

Nesta pesquisa temos como objeto de pesquisa o Livro Didático do Ensino Médio.Visamos analisar como é explorado, trabalhado e vivido o Ensino de História no Ensino Médio através do Livro Didático de História e seus respectivos Manuais do Professor. Teremos como campo de investigação os municípios que estão sob a gerência da CREDE[1] 12 no Sertão Central do Ceará (sede localizada em Quixadá), que são ao todo oito (8) municípios: Banabuiú, Boa Viagem, Choró, Ibaretama, Ibicuitinga, Madalena, Quixadá e Quixeramobim. Partiremos das seguintes indagações: Como foi o processo de escolha dos livros didáticos de História adotados no Ensino Médio? Como a História é retratada nesses livros didáticos aprovados no último Guia do Programa Nacional do Livro Didático- PNLD (triênio 2018-2020)? Quais são as abordagens históricas e orientações metodológicas que permeiam os Manuais dos Professores dos Livros Didáticos de História adotados? Quais são as apropriações pedagógicas que os professores fazem dos Livros Didático de História, bem como dos Manuais dos Professores que compõem estes livros para fazer seus planos de aula? De que forma o Livro Didático de História é explorado no cotidiano da sala de aula pelos professores? Utilizaremos como metodologia uma investigação nos documentos oficiais sobre o Ensino Médio, como nos Parâmetros Curriculares Nacionais, nas Diretrizes Curriculares para Educação Básica, no último Guia de Livros Didáticos do PNLD, bem como na 3ª. Versão da Base Nacional Comum Curricular-BNCC do Ensino Médio (enviada em abril de 2018 para o Conselho Nacional de Educação), além dos próprios Livros Didáticos de História, incluindo os Manuais do Professores, adotados nas escolas onde trabalham os professores pesquisados. Em seguida faremos entrevistas semiestruturadas com dezesseis (16) professores de História do Ensino Médio que trabalham nos municípios que estejam sob a responsabilidade da CREDE 12, sendo dois (2) professores por município. Reafirmamos a necessidade do registro e análise da história ensinada para melhor compreendermos o espaço socioeducacional cearense a partir do vivido no cotidiano escolar através de um dos recursos pedagógicos que faz parte de uma política pública nacional: o livro didático.

8. Profa. Dra. Jaquelânia Aristides Pereira

LITERATURA E FORMAÇÃO DE LEITORES: DESAFIOS E PROPOSTAS

Projeto de pesquisa voltado para a problemática do 1257 letramento literário, com ações junto a alunos da educação básica de Quixadá e alunos dos cursos de Letras e Pedagogia da FECLESC/UECE. A partir das ideias de Edgar Morin (2004; 2005) sobre os saberes necessários para uma educação promissora, das propostas de letramento literário de Cosson (2016; 2014) e das sugestões de aplicação dos métodos de Bordini e Aguiar (1998), repensadas por Pereira (2010).

9. Prof. Dr. José Wellington Dias Soares

LITERATURA E HISTÓRIA: DIÁLOGOS POSSÍVEIS

Atualmente a ideia de fonte histórica vem se ampliando, devido às novas teorias e metodologias da historiografia compreenderem que existem outros discursos, além do documento oficial, que representam um testemunho de acontecimentos históricos. Assim, a literatura – apesar da sua especificidade como obra de arte e ficção – registra elementos da realidade social que, muitas vezes, dialogam com as fontes oficiais, os jornais da época em que a obra foi escrita ou mesmo com o discurso historiográfico. Além de representarem – o escritor e a obra – um posicionamento histórico da época em que atuaram na sociedade, eles também se inserem em um momento específico da história. Dessa forma, este projeto de pesquisa tem como objetivo principal analisar a produção literária no Brasil – especialmente o romance – na perspectiva da história social. Isso significa que a literatura é tomada aqui como um problema histórico a ser explorado e analisado, sem perder de vista seus elementos específicos. Considerada como testemunho histórico de uma época, a literatura será inserida no movimento da sociedade, investigada nas suas redes de interlocução social e analisada a forma peculiar como constrói ou representa a sua relação com a realidade social e histórica.

10. Profa. Dra. Keila Andrade Haiashida

ESTUDOS BIOGRÁFICOS DE PROFESSORES E LITERATOS DO SERTÃO CENTRAL CEARENSE: PRÁTICAS EDUCATIVAS E PRODUÇÃO ESCRITA

Realiza e orienta estudos biográficos com professores e literatos do sertão central cearense com ênfase em suas práticas escritas, identificando a contribuição desses atores, recuperando vozes e/ou textos desses sujeitos, procedendo as análises documentais que permitam, por intermédio de sua história, compreender inúmeras variáveis, inclusive o contexto no qual estavam inseridos e suas práticas educativas.

11. Prof. Dr. Manoel Carlos Fonseca de Alencar

FRANKLIN TÁVORA E A INVENÇÃO DA CULTURA POPULAR NORTISTA

Franklin Távora é um escritor cearense que teve destaque no pensamento social brasileiro no último quartel do século XIX. Ao lado de outros escritores nortistas, como é o caso do também cearense Araripe Junior e do sergipano Silvio Romero foi responsável pela introdução no Brasil de um novo paradigma de compreensão da realidade do país, alicerçado nas ideias cientificistas que grassavam na Europa. Esse “bando de ideias novas” trouxe por consequência um novo olhar sobre a realidade local e redefiniu a visão sobre o povo brasileiro. No caso de Távora, essa perspectiva o fez desenvolver um programa de cunho regionalista para a literatura e um uma nova forma de pensar sobre as tradições populares do Brasil. O autor propugnava uma maneira de entender as culturas populares pautada na observação e na fidelidade às realidades sociais do povo. Contudo, ele não foi bem um folclorista, pois em vez de coletar e publicar a matéria popular, transcriava-a para a forma literária. Logo, suas publicações são romances, contos e crônicas de costumes, e não coletâneas ou compêndios dos costumes populares. Em vista disso, é importante compreender quais os costumes Távora elegeu como os mais típicos da brasilidade, a relação destes com a sua proposta regionalista para a literatura e os seus métodos de coleta e transcriação da cultura popular.

12. Prof. Dr. Marco Antonio Lima do Bonfim

TÍTULO: POR UMA LINGUÍSTICA APLICADA NEGRO-DIASPÓRICA E INTERSECCIONAL: A PERSPECTIVA DECOLONIAL NOS ESTUDOS DA LINGUAGEM

A Linguística aplicada pode ser entendida como uma ciência social (MOITA LOPES, 2006) que, ao conceber a linguagem e as línguas em uma perspectiva socioconstrucionista, busca investigar “qual o papel das práticas discursivas na criação, manutenção ou transformação de processos de exclusão social?” (FABRÍCIO; PLAZA-PINTO, 2013, p. 11). Nesse sentido, alinhado aos pressupostos epistemológicos das Epistemologias Decoloniais em perspectiva afrodiaspórica (FANON, 2008; GONZALEZ, 1984; GOMES, 2019; COSTA-BERNARDINO; TORRES-MALDONADO; GROSFOGUEL, 2019; KILOMBA, 2019;) no escopo dos estudos transdisciplinares que relacionam linguagem, raça/racismo antinegro, branquitude e suas interseccionalidades (gênero/sexualidade, classe etc) este projeto de pesquisa tem como objetivo geral congregar pesquisas que analisem os processos de produção, circulação e/ou contestação de discursos que estabeleçam e reproduzam desigualdades sociais nas variadas esferas discursivas constituintes da sociedade contemporânea. Pesquisas que contribuam também para a problematização da colonialidade do poder, do saber e  do ser no âmbito dos Estudos Críticos do Discurso (Análise de Discurso Crítica, Nova Pragmática Sociolinguística Crítica) e das Humanidades. De modo específico, objetiva reunir subprojetos que analisem de que forma os elementos linguístico-discursivos constituintes das ordens do discurso que constituem o “sistema-mundo-patriarcal-capitalista-colonial-moderno” (GROSFOGUEL, 2010) no Brasil não apenas reproduzem sentidos que servem à dominação social, mas também  sentidos que são constituídos taticamente (CERTEAU, 2012), ou melhor, mandigueiramente (MUNIZ, 2020) por parte dos/as sujeitos subalternizados/as (SPIVAK, 2010).

13. Prof. Dra. Maria do Socorro Pinheiro

ESTUDO DA LÍRICA ERÓTICA FEMININA DO SÉCULO XX E XXI

Este projeto de pesquisa está centrado na lírica erótica de autoria feminina e seu saber transdisciplinar. Assim sendo, pretendemos fazer um estudo sobre a poesia lírica erótica feminina, seu processo de construção e de identidade cultural que essa escrita representa. E ainda conhecer o pensamento poético como forma de entender a complexidade humana na dimensão individual, social e cultural a partir da voz feminina. Para desenvolvermos a pesquisa, faremos estudo da temática erótica em diálogo comas obras de Octavio Paz (1994, 2012) e George Bataille (2013), bem com as de Benedito Nunes (2011) e Antonio Candido (2000, 2011). Quanto ao aspecto metodológico, selecionamos a lírica erótica feminina produzida a partir do século XX, por diferentes poetisas, observando estéticas literárias, imagens e símbolos, numa perspectiva hermenêutica à luz de Bachelard (1988, 2001) e Paul Ricouer (2016).A poesia engendra um conhecimento estético e humano entremeado de significados transdisciplinares que desenvolvem a capacidade de pensar e sentir a vida, de acordo com a proposta de Edgar Morin (2014), que discute a força da literatura na formação humana, como um projeto de conhecimento que responde às necessidades prementes da vida. Isso ocorre porque a poesia aparece interligada a outras áreas do conhecimento (filosofia, mitologia, religião, antropologia, psicologia, geografia, ecologia, história e tantas outras), num diálogo que promove a elevação, promoção e socialização humana.

14. Profa. Dra. Maria Valdênia da Silva

LITERATURA E AS METODOLOGIAS PARA A FORMAÇÃO DE LEITORES

A pesquisa concentra-se no aprofundamento das reflexões conceituais e metodológicas relativas à literatura e ao seu ensino. Desenvolve estudos para o letramento literário sob a perspectiva de gênero, raça e classe, considerando as relações intersemióticas e a influência das novas tecnologias.

15. Profa. Dra. Noélia Alves de Souza

MULHERES INFANTICIDAS: UMA INVESTIGAÇÃO EM PROCESSOS CRIMINAIS.  FORTALEZA (1917-1941)

Este é um projeto que pretende analisar as visões acerca da maternidade que circulavam no discurso jurídico e social da época e em que medida esse discurso amparava-se na perspectiva da medicina e seu conceito de instinto materno.

16. Profa. Dra. Regina Cláudia Pinheiro

Projeto 01: PREDLED - PRÁTICAS ESCOLARES PARA O DESENVOLVIMENTO DO LETRAMENTO DIGITAL

Este projeto objetiva observar como são realizadas, no laboratório de informática, as atividades de desenvolvimento de práticas de letramento digital de alunos, no âmbito da disciplina Língua Portuguesa, tendo em vista que esses usos são importantes para a inserção dos indivíduos nas sociedades. Esta pesquisa se constitui como um estudo de caso ou pesquisa-ação que se realizará nas escolas de Ensino Fundamental e Médio.

Projeto 02: ESTUDO E CRIAÇÃO DE UM BANCO DE ATIVIDADES DE LETRAMENTO DIGITAL PARA DISPONIBILIZAÇÃO NAS ESCOLAS PÚBLICAS

Este projeto visa a criar um banco de jogos atividades de letramento digital para o ensino de Língua Portuguesa que proporcionem, aos alunos, possibilidades de alfabetizá-los, letrando-os digitalmente. Para tanto, faremos pesquisas na internet de jogos educativos digitais, a fim de analisá-los. Além do mais, produziremos jogos e atividades de letramento digital a fim de que sejam depositadas em um banco e disponibilizadas para as escolas públicas. Esses jogos e atividades serão testados e analisados, através de pesquisas nas escolas.

17. Prof. Dr. Rodrigo de Albuquerque Marques

A PROVÍNCIA VAI À NAÇÃO: CULTURA E POLÍTICA NO SEGUNDO TEMPO MODERNISTA NO CEARÁ (1930 A 1960)

Estudo do Modernismo brasileiro em sua manifestação no Nordeste, especificamente no estado do Ceará. A pesquisa toma como objeto a produção literária e historiográfica cearense no período que vai de 1930 a 1960, abrangendo o início do grupo Clã e as atividades do grupo concreto. A participação de atores importantes do modernismo nacional, como Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Guilherme de Almeida e Raquel de Queiroz, no cenário local, será discutida a partir de fontes literárias, jornalísticas, documentais e bibliográficas. A pesquisa considera as relações entre literatura e política como essenciais para uma melhor compreensão do cânone modernista e da tradição literária que emergiu no Brasil na segunda metade do século XX. Para tanto, o escopo teórico norteador será o pensamento de Antonio Candido e de Raymond Williams, dentro da tradição marxiana que orienta estes pensadores sem prejuízo a outros autores da mesma linha como Luckás, Adorno, E. P. Thompson, Lucien Goldman e Angel Rama. O projeto também se destina a realizar a catalogação das principais obras poéticas, romanescas e teatrais surgidas no Ceará dentro do período recortado, sistematizando um conjunto de referências dispersas em publicações e acervos diversos.

18. Prof. Dr. Sander Cruz Castelo

As pesquisas giram em torno da História (História do Brasil, História geral, teoria da história, ensino de história etc.); do Cinema (narrativa, estética, gêneros cinematográficos, cinema de autor, cinema brasileiro, cinema mundial etc.) e das Ciências da Religião. Membro do grupo de pesquisa “Religião e Sagrado no Cinema e no Audiovisual”.

19. Prof. Dr. Tyrone Apollo Pontes Cândido

Projeto 01: DIÁLOGOS COMPOSTOS NA SUBALTERNIDADE: PROTESTOS TRANSNACIONAIS DE TRABALHADORES NA ESTRADA DE FERRO MADEIRA-MAMORÉ, 1878.

Neste projeto trabalha-se a partir de episódios de uma greve de operários ocupados em trabalhos de construção da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré em 1878, envolvendo uma composição plural de trabalhadores que incluíam grupos de retirantes da seca provenientes do Ceará, indígenas da Bolívia, negros contratados em Washington DC, além de norte-americanos, ingleses, irlandeses e italianos vindos da Filadélfia, EUA, a pesquisa procura discutir a formação de ações de protestos compartilhadas através de fronteiras étnicas e nacionais. Situada na perspectiva de uma História Global do Trabalho e dos Trabalhadores. A pesquisa pretende avançar numa perspectiva historiográfica que aborde as ações das pessoas comuns, enquanto sujeitos condicionados pela subalternidade, como construtores de suas próprias histórias, compondo diálogos desde baixo e por cima de eventuais barreiras linguísticas e culturais.

Projeto 02: ESCAPANDO: A FUGA AO RECRUTAMENTO MILITAR FORÇADO NOS SERTÕES DO SÉCULO XIX.

Essa pesquisa concentra-se nas experiências de fuga enquanto atitudes individual ou coletiva das camadas populares do sertão cearense ao longo do século XIX. Vinculada à perspectiva benjaminiana de resgatar das ruínas a "tradição dos vencidos da história", preocupa-se mais com os mecanismos forjados "desde baixo", pelos recrutáveis, seus familiares e membros de suas comunidades de origem, do que com a política de controle institucional que visava dobrar a resistência do povo em relação à instituição do recrutamento.

20. Prof. Dra. Vânia Maria Ferreira Vasconcelos

Projeto 01: LETRA DE MULHER: A LITERATURA DE AUTORIA FEMININA BRASILEIRA E AFRICANA

Investiga a produção de ficção contemporânea de autoria feminina das literaturas brasileira e africana lusófona.

Projeto 02: Letra de Mulher: a escrita contemporânea de autoria feminina

Estudo de autoras contemporâneas, observando nas obras analisadas os traços estilísticos, as abordagens temáticas. A análise da produção cultural na contemporaneidade caracteriza-se pela diversidade de perspectivas. Considerando, como hoje sabemos ser necessário, o lugar de fala, a experiência a partir da qual se produz um discurso, o estudo da literatura de autoria feminina é uma das especificidades que a pesquisa, para contemplar a realidade contemporânea, precisa conhecer, divulgar e compreender.

Projeto 03: ESCRITORAS BRASILEIRAS: NATERCIA CAMPOS E RACHEL DE QUEIROZ

Este projeto busca estudar a obra das autoras cearenses Natercia Campos e Rachel de Queiroz a partir da perspectiva do estudo de gênero, dentro de uma ótica feminista de análise, buscando ler os textos das autoras, mulheres do século XX, a expressão da contemporaneidade feminina e, portanto, propondo um olhar outro e não regionalista da obra construída.