Secretarias e Órgãos
Telefones úteis
Redes Sociais

Calendário
Maio 2018
D 2a 3a 4a 5a 6a S
29 30 1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31 1 2
Noticias
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Colação de grau entrega diplomas para 78 concludentes da Fafidam
PDF
Imprimir
E-mail
Sáb, 10 de Março de 2018 11:17

 

A noite de sexta-feira (09/03) foi histórica para 78 formandos da Faculdade de Filosofia Dom Aureliano Matos (Fafidam), em Limoeiro do Norte. E não só para eles. Pais, tios, avós, companheiros, namorados, amigos também partilharam desse momento em um auditório lotado e animado. Afinal, esse é um feito marcante para os familiares e os mais chegados.

 

Integrantes da mesa de outorga de grau

 

Sob os incentivos da jocosa Banda Filarmônica 13 de Maio, do município de Quixeré, um a um os estudantes dos cursos de Ciências Biológicas, Física, Geografia, História, Letras Inglês e Português, Matemática, Pedagogia e Química subiram ao palco para receber aquilo que vai além de um simples documento, pois vale como o atestado de reconhecimento do esforço de uma vida - o diploma universitário. Não à toa também era o protagonista nos registros fotográficos.

 

alt

 

O reitor da Universidade Estadual do Ceará (Uece), Jackson Sampaio, lembrou ser "a Uece a maior formadora de professores para a educação básica entre as oito universidades cearenses". Por isso, na avaliação dele, a instituição tem um papel fundamental na melhoria da qualidade do ensino no Estado.

Além disso, Jackson Sampaio parabenizou a Fafidam pelos 50 anos de fundação e anunciou que o Restaurante Universitário do campus deve entrar em funcionamento ainda neste semestre. Com a estrutura física concluída, falta apenas assegurar o custeio e definir o modelo de fornecimento da alimentação. Ele ainda informou estar previsto para 2018 o início da construção da Unidade de Pesquisa do Vale do Jaguaribe (UPVale), fruto de convênio com a Empresa Brasileira de Inovação e Pesquisa (Finep).

Jackson Sampaio também comemorou outra ação voltada para o Interior: a implantação de um campus avançado no município de Mombaça, com oferta das licenciaturas presenciais em Artes Visuais e Computação. "A Uece é uma universidade emergente, que cada vez mais forma graduados, mestres e doutores", comentou.

O reitor antecipou ainda que os campi do Interior terão uma ampliação na oferta de bolsas para Graduação e Pós em razão do incremento no orçamento da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap) para a área.

 

alt

 

O professor de Pedagogia Carlos Rochester Ferreira de Lima, em discurso como representante do corpo docente na solenidade, lembrou ser tradição no campus "a busca da excelência dos nossos graduandos, filhos de trabalhadores e trabalhadoras do Vale do Jaguaribe." O professor estimulou os novos profissionais a, de agora em diante, atuarem na melhoria da qualidade do ensino e da sociedade como um todo, além de buscarem novos caminhos na formação acadêmica - como especializações, mestrados e doutorados.

 

alt

 

Para o orador discente, Ismael Arruda Nazario da Silva - concludente de Letras Inglês -, chegar ao final da trajetória na graduação é comparável "a um ato de resistência". Isso porque, para a maioria dos estudantes da região, as condições sociais, econômicas e culturais são obstáculos para a permanência na sala de aula desde a educação básica.

 

alt

 

A sessão solene contou ainda com a presença do pró-reitor de Graduação, Jerffeson Teixeira de Souza; do diretor da Fafidam, João Rameres Régis; da coordenadora do curso de Matemática, Ana Cecília Costa de Freitas Nogueira; dos vice-coordenadores dos cursos de Ciências Biológicas, Bruno Lopes de Sousa, e de Física, Francisco Carlos de Oliveira; e dos representantes das coordenações de História, Elisgardênia de Olveira Chaves, de Letras, José Marcos Rosendo de Souza, e de Química, David Fernandes Luna.