Secretarias e Órgãos
Telefones úteis
Redes Sociais

Calendário
Maio 2018
D 2a 3a 4a 5a 6a S
29 30 1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31 1 2
Noticias
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Concurso para servidores e reestruturação de campi foram destaques em 2017
PDF
Imprimir
E-mail
Qua, 07 de Março de 2018 12:07

 

alt

 

O ano de 2017 foi intenso na Universidade Estadual do Ceará (Uece). Uma marca histórica foi alcançada logo no início: a realização do primeiro concurso para servidores técnico-administrativos da Fundação Universidade Estadual do Ceará (Funece), cuja maioria dos 135 novos profissionais já foi empossada, além da aprovação do primeiro Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV) da categoria. Essa é a segunda matéria de uma série especial sobre os 43 anos de fundação da Uece.

As melhorias nos campi da Capital e Interior também tiveram continuidade no ano passado. Um exemplo foi a conclusão da reforma do campus Fátima (Fortaleza), que abriga parte do Centro de Humanidades da Uece. O trabalho incluiu a climatização das salas de aula e a recuperação de banheiros, telhados, corredores e fachadas, além de renovação da infraestrutura elétrica, hidráulica e de fibra ótica.

No campus Itaperi, foram executados projetos de urbanização dos entornos do Hospital Veterinário, do Complexo Poliesportivo e do Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias. No Interior, houve a reestruturação do campus do Centro de Educação, Ciências e Tecnologia da Região dos Inhamuns (Cecitec), em Tauá, que passa a receber o nome de campus Reitor Paulo Petrola.

Todos esses investimentos possibilitaram que a Uece permanecesse, pelo sétimo ano consecutivo, como a melhor universidade estadual no Centro-Oeste, Norte e Nordeste do Brasil, segundo o Ranking Universitário da Folha (RUF).

Também foi observado um crescimento geral das notas da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) em 28 dos 42 cursos de pós-graduação existentes. Atualmente, são 12 doutorados, 17 mestrados acadêmicos e 13 mestrados profissionais. Entre eles, os recém-criados mestrado profissional em Ensino de Biologia em rede nacional e dois doutorados – um em Sociologia e outro em Ciência Política. E na consolidação realizada junto ao Censo Bienal de 2017 do CNPq, foram registrados 170 grupos de pesquisa na instituição.

Outro avanço ocorreu na área de cooperação internacional, com a criação do leitorado em Língua e Cultura Húngara (abrangendo também outros países da Europa Central), em parceria com a Universidade Eotvos Loránd, da Hungria. Apenas a Universidade de São Paulo (USP) possui iniciativa semelhante no País.

Na área de tecnologia, houve a instalação da Câmara de Inovação Tecnológica da Uece, articulando o Parque Tecnológico (TecParque), a Incubadora de Empresas (IncubaUece) e o Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT).

Veja a seguir outras conquistas do ano de 2017:

- Aprovação de profunda revisão do Plano Diretor do campus Itaperi;
- Vitória nos editais federais do Pronatec/MEC, possibilitando a oferta de dois grandes programas: o Pronatec/FIC e o Pronatec/Mediotec para 19 cursos e 2.340 alunos em 50 municípios;
- Vitória nos editais federais da UAB/Capes/MEC, possibilitando a oferta de 11 cursos de Graduação e 11 cursos de Especialização para 5.253 alunos, distribuídos por 28 pólos;
- A implantação do Núcleo de Acolhimento às Mulheres Vítimas de Violência.