Secretarias e Órgãos
Telefones úteis
Redes Sociais

Calendário
Dezembro 2017
D 2a 3a 4a 5a 6a S
26 27 28 29 30 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31 1 2 3 4 5 6
Noticias
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Estão abertas as inscrições para o Prêmio Mercosul
PDF
Imprimir
E-mail
Qua, 29 de Novembro de 2017 10:45

 

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) lançou este mês a 13ª  edição do Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia. Com o tema ¿Tecnologias para a Economia do Conhecimento¿, o prêmio recebe inscrições de 10 de outubro de 2017 a 2 de março de 2018 na página do Prêmio na internet.

Serão aceitas pesquisas em cinco áreas: novas tecnologias da informação e comunicação e seu potencial transformador; novos modelos de negócios na era digital - a transformação sem fronteiras; formação do profissional do futuro - construção de novas competências e habilidades; novas tecnologias para despertar nos jovens o interesse pelo aprendizado e desenvolvimento de novas tecnologias; e ciência, inovação e criatividade para o desenvolvimento humano: as indústrias criativas na convergência digital.

Estudantes e pesquisadores dos países membros e associados ao bloco - Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela - podem participar em cinco categorias: iniciação científica; estudante universitário; jovem pesquisador; pesquisador sênior; e integração, que envolve grupos com pesquisadores de mais de um país, necessariamente.

A premiação varia de US$ 2 mil a US$ 10 mil para os vencedores de cada categoria, que também recebem um troféu. Todos os trabalhos agraciados são publicados em livro.

O prêmio

Instituído em 1998 pela Reunião Especializada em Ciência e Tecnologia do Mercosul (RECyT), o objetivo do prêmio é reconhecer os melhores trabalhos de estudantes, jovens pesquisadores e equipes de pesquisa, que representem potencial contribuição para o desenvolvimento científico e tecnológico e incentivar a realização de pesquisa científica, tecnológica e a inovação no Mercosul. Além disso, contribui para o processo de integração regional por meio do estímulo à difusão das realizações e dos avanços científicos e tecnológicos.

Fonte: CNPq