Secretarias e Órgãos
Telefones úteis
Redes Sociais

Calendário
Outubro 2017
D 2a 3a 4a 5a 6a S
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31 1 2 3 4
Noticias
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Jackson Sampaio reitor da UECE recebe título de cidadão de Fortaleza
PDF
Imprimir
E-mail
Ter, 03 de Outubro de 2017 11:40

 

A Câmara Municipal de Fortaleza realizou na última quinta-feira (28/09), sessão solene para a entrega do Título de Cidadão de Fortaleza ao médico e professor José Jackson Coelho Sampaio, reitor da Universidade Estadual do Ceará (UECE). A homenagem foi proposta pelo vereador Raimundo Filho. A sessão foi presidida pelo proponente, no ato representando o presidente da CMFor, Salmito Filho.

 

alt

 

A mesa de trabalho do evento foi composta pelo deputado federal Chico Lopes; Secretário da Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Estado Inácio Arruda; Secretário de Meio Ambiente do Estado Artur Bruno; presidente do Instituto Centec Silas Alencar e o vice-presidente da Academia de Administração do Ceará e ex-reitor da UECE, Assis Araripe.

Em sua saudação ao homenageado, o vereador Raimundo Filho disse que nessa solenidade de concessão do Título de Cidadão de Fortaleza ao reitor da UECE, faz-se justiça a um grande profissional e um dos grandes nomes do meio acadêmico, ilustre professor e médico. "A homenagem é por sua dedicação, ética e respeito em todos os acontecimentos de sua vida. Fruto do reconhecimento do nosso mandato e atendendo solicitação de amigos comuns Aírton Mourão e Oton Oliveira. Demoramos muito para fazer esse reconhecimento a esse ilustre cearense, como vereador sinto-me honrado por ser autor dessa propositura e como psicólogo tive o privilegio de ter sido seu aluno e ter participado de várias palestras quando extensionista do Hospital das Clínicas. Participei também da criação do CAPS da Regional III. Ele já estava em Quixadá naquela época, como supervisor, destacando-se como referência na política de saúde mental", disse.

O vereador afirmou que Fortaleza, em essência, é uma cidade acolhedora, acolhe os que nela buscam sua sobrevivência com dignidade. "A maioria de nós, embora nascidos em outras cidades, adota Fortaleza como sua terra. A Câmara criou esse título para acolher seus filhos adotivos e essa concessão foi concedida por todos os vereadores. No final, cito as palavras do professor Douglas Ferrari médico intensivista, que afirma que 'o verdadeiro professor é transformador, ensina e educa nos princípios da ética e do amor'. Esse é o caso do nosso professor homenageado de hoje, que agora é inteiramente fortalezense", concluiu.

 

alt

 

Em suas palavras de agradecimento, o reitor Jackson Sampaio disse que, ao ser informado que receberia a certidão de cidadão honorário de Fortaleza, cenário de 43 dos 67 anos de sua vida, pôs-se a refletir familiaridades, estranhezas e narrativas de suas vivências na cidade. Daí surgiram várias Fortalezas: lugar de férias, lugar de trabalho, lugar de ação política, lugar de ação cultural; na infância e na puberdade, na vida adulta e neste início de vida de idoso; com os pais, as irmãs, os filhos e os netos.

Ao historiar seu tempo de viver em Fortaleza, destacou o trabalho na UECE, ao qual dedica 24 dos seus 43 anos de cidade. Onde pode exercer seus talentos de professor, de pesquisador e de gestor público: coordenação do Curso de Mestrado Acadêmico em Saúde Pública, Diretor do Centro de Ciências da Saúde, Pró-reitor de Pós-graduação e Pesquisa e Reitor, em segundo mandato.

 

alt

 

José Jackson Coelho Sampaio, nasceu no dia 12 de outubro de 1950, em Sobral/CE, filho de José Júlio Sampaio e Maria Coelho Sampaio, com quem aprendeu a ser o que é: sua mãe, alerta e irônica, permanentemente motivadora, falecida em 2014, aos 87 anos, formou as tonalidades amorosas de seu mundo; seu pai, falecido em 2008, aos 80 anos, construiu os castelos de trabalho e ética que estão, todos, implantados no agraciado, apoiando o poeta, o médico, o professor, o pesquisador e o gestor público no qual este se tornou.

Devido ao trabalho paterno, Jackson Sampaio migrou bastante: Russas/CE, Crateús/CE, Coroatá/MA, São Luiz/MA, Floriano/PI, Macapá/AP. Fixou moradia em Fortaleza/CE. Então, por necessidades de formação e trabalho, migrou para o Rio de Janeiro/RJ e Ribeirão Preto/SP. Casado com a engenheira de pesca e também Professora Doutora Célia Maria de Souza Sampaio, o casal tem dois filhos, Dafne e Dioniso, e uma filha, Ariadne. Também têm três netos, João Pedro, filho do Dioniso; lago e Teo, filhos de Ariadne; e uma neta, Teresa, filha de Dafne, ainda em estado de espera.

 

alt

 

Marcaram presenças no evento, os pró-reitores de Graduação, Jerffeson Souza; Políticas Estudantis, Emerson Mariano da Silva; Administração, Carlos Heitor Sales; Planejamento, Fernando Antonio dos Santos; os diretores de Centros, Ciências da Saúde, Glaucia Posso Lima; Ciências e Tecnologia, Luciano Moura Cavalcante; Humanidades, Adriana Barros; do representante da Faculdade de Veterinária, Isac Neto; presidente da CEV, Fábio Perdigão; diretora do Núcleo de Pesquisa, Célia Sampaio; do procurador Educacional Institucional e Chefe de Gabinete, Edmar Pereira Neto; da procuradora Jurídica, Roberta Nunes e toda sua equipe; do diretor da EdUECE, Erasmo Miessa Ruiz; diretor presidente do IEPRO, Luiz Carlos Dodt; da coordenadora da IncubaUECE, Maria José Barbosa; da diretora do DEPES, Rosangela Araújo;  demais professores, servidores, familiares e  amigos do ilustre homenageado.

 

alt

alt

alt

alt

alt