Secretarias e Órgãos
Telefones úteis
Redes Sociais

Calendário
Julho 2017
D 2a 3a 4a 5a 6a S
25 26 27 28 29 30 1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31 1 2 3 4 5
Noticias
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Uece convida professores e estudantes a participar da Autoavaliação Institucional
PDF
Imprimir
E-mail
Ter, 27 de Junho de 2017 14:13


A Comissão Própria de Avaliação da Uece elaborou questionário que estará disponível a partir de 3 de julho

A partir do dia 3 de julho de 2017, todos os professores e estudantes dos cursos de graduação da Universidade Estadual do Ceará (Uece) poderão participar do processo de avaliação dos cursos de graduação presenciais. De acordo com a Comissão Própria de Avaliação (CPA), a participação dos dois segmentos da universidade é de fundamental importância para a melhoria da educação superior na instituição.

Tanto o corpo docente como o discente deverão responder a um questionário para cada disciplina que atuaram ou participaram durante o semestre 2016.2. No questionário serão abordados os aspectos didáticos e do desempenho do trabalho do docente. É intenção da CPA que cada professor receba o feedback de seus alunos para a contínua melhoria de seu desempenho em sala de aula.

Os questionários estarão disponíveis no ambiente “aluno online” e “professor online” a partir do dia 3 de julho de 2017.

Saiba Mais

A Universidade Estadual do Ceará, interessada em desenvolver internamente uma cultura de diálogo e de autoconhecimento, nomeou a atual Comissão Própria de Avaliação (CPA) para o biênio 2016-2018, cuja presidência está sob a responsabilidade do professor Francisco Edmar Pereira Neto.

Os procedimentos avaliativos da Uece amparam-se nos princípios gerais da Autoavaliação Institucional, quais sejam: garantir o envolvimento de grupos representativos da comunidade no processo de avaliação; atribuir poder e responsabilidade a cada setor acadêmico e administrativo no processo de avaliação; criar uma cultura de autoavaliação e reflexão que possibilite o debate crítico e a autogestão dos projetos acadêmicos.