Secretarias e Órgãos
Telefones úteis
Redes Sociais

Calendário
Abril 2017
D 2a 3a 4a 5a 6a S
26 27 28 29 30 31 1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 1 2 3 4 5 6
Noticias
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Inaugurado Núcleo de Acolhimento às Mulheres Vítimas de Violência na Uece
PDF
Imprimir
E-mail
Ter, 14 de Março de 2017 11:43

 

O Dia Internacional da Mulher, celebrado no dia 8 de março, foi marcado na Universidade Estadual do Ceará (Uece) pela inauguração do Núcleo de Acolhimento Humanizado às Mulheres Vítimas de Violência (NAH). O evento ocorreu no Espaço Cultural Patativa do Assaré, no Campus Itaperi.

O NAH foi criado pelo Comitê de Segurança da Universidade como uma ação institucional de atendimento a uma das reivindicações do Núcleo Jana Barroso, da Marcha Mundial das Mulheres que, em 2016, iniciou campanha de enfrentamento à violência contra a mulher nos campi da Uece.

 

alt

 

"O Núcleo não é um presente, é um produto de um movimento político consistente dentro da Universidade, que está sendo plantado hoje. Agora precisamos cuidar dessa ideia para que ela efetivamente seja aquilo que projetamos, um local de acolhida humanizada e respeitosa e, ao mesmo tempo, um lugar de grande ação de mobilização, para que as relações dentro da universidade sejam melhores do que as temos na sociedade no que diz respeito à questão de gênero. (...) Que possamos irradiar isso para a sociedade como um todo", disse o vice-reitor da Uece, professor Hidelbrando dos Santos Soares.

A estudante de Pedagogia da Uece e militante da Marcha Mundial das Mulheres, no Núcleo Jana Barroso, Thayná Colares, comemora. "Quando a gente começar a ver mulheres entrando naquele espaço, tendo acolhimento e orientações, pra saber o que fazer, e a gente poder mostrar que a saída não é o silêncio, será uma sensação maravilhosa".

 

alt

 

O NAH tem como objetivo acolher mulheres que possuem vínculo com a Universidade (estudantes, servidoras e professoras) que tenham sofrido algum tipo de violência no interior do campus e encaminhar essas vítimas aos setores competentes de atendimento psicológico e jurídico, se for o caso.

 

alt

 

Também é objetivo do NAH promover ações educativas na Universidade, em parceria com o Movimento Estudantil e demais setores de estudos, pesquisas e extensão, sobre relações de gênero e direitos humanos, visando ao estabelecimento de relações de igualdade, respeito e justiça no cotidiano das interações face a face na Uece.

 

alt

 

Durante o evento as mulheres foram homenageadas com o poema "Essência Mulher Universo do Ser", de Elias José da Silva, da Estratégia Cirandas da Vida, da Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza.

 

alt

 

Estiveram também presentes na inauguração a representante da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para as Mulheres do Governo do Estado do Ceará, Maria Daciany Lycarão Barreto; a coordenadora do Observatório da Violência contra a Mulher (Observem/Uece), professora Maria Helena de Paula Frota; o pró-reitor de Graduação, Jerffeson Teixeira de Souza; a aluna do Curso de Psicologia da Uece, Gladys Pontes Andrade Costa, representando a Marcha Mundial das Mulheres, Núcleo Jana Barroso; professores, servidores e alunos da Uece.

 

alt

 

O NAH é constituído pela Célula de Atenção Psicopedagógica da Pró-Reitoria de Políticas Estudantis (PRAE); pela Procuradoria Jurídica (PROJUR); e pela Ouvidoria da Uece. O Núcleo realizará atendimentos de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, nas dependências da PRAE, e também pelo telefone: 3101-9680.