Secretarias e Órgãos
Telefones úteis
Redes Sociais

Calendário
Dezembro 2017
D 2a 3a 4a 5a 6a S
26 27 28 29 30 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31 1 2 3 4 5 6
Noticias
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
TURMA DO POLO DE ITAREMA UAB/UECE PARTICIPA DE AULA MEMORÁVEL

Em vários momentos de seu ofício os professores se veem diante da necessidade de elaborar aulas que demandam maiores recursos e esforços que o habitual. Ministrada pela Prof.ª. Dr.ª. Camila Dutra Santos, dos cursos de Geografia da UECE, a primeira aula de campo da turma de História Econômica possibilitou que a turma do 1º semestre do Curso de Licenciatura em Geografia tivesse uma melhor visualização dos processos políticos, econômicos e sociais da sua região, o município de Itarema.


Para aprofundar a compreensão sobre a formação territorial do município, a turma visitou a Igreja de Nossa Senhora da Conceição, do distrito de Almofala, hoje tombada como patrimônio histórico. Em um segundo momento, na Escola Indígena Tremembé Maria Venância, os estudantes conversaram sobre a formação do Território Indígena Tremembé de Almofala e a educação diferenciada nas escolas indígenas com moradores da aldeia e com o Cacique João Venâncio. Por fim, a turma visitou o Museu Vicente de Paula Rios, sob orientação do senhor José de Fátima, diretor da instituição, onde puderam conversar sobre a história e cultura de Itarema a partir da exposição de fotografias e objetos históricos da região.


Aulas como essa, do ensino na modalidade EaD do Polo de Itarema, fazem parte do esforço da Universidade Aberta do Brasil (UAB) de democratizar o acesso ao ensino superior público de qualidade, principalmente nos municípios do interior do estado.


Essa aula diferente e memorável contou com a colaboração do coordenador do polo, Prof. Francisco Clênio Souza Marques, do tutor presencial José Augusto Agostinho, da Prefeitura Municipal de Itarema, que cedeu o ônibus, e do senhor José de Fátima Silva, poeta, cordelista e historiador de Itarema, que acompanhou a aula de campo prestando contribuições sobre a cultura, memória e história do município.