Secretarias e Órgãos
Telefones úteis
Redes Sociais

Calendário
Julho 2018
D 2a 3a 4a 5a 6a S
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31 1 2 3 4
mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterHoje196
mod_vvisit_counterOntem1066
mod_vvisit_counterEsta semana6393
mod_vvisit_counterSemana passada7447
mod_vvisit_counterEste mês21152
mod_vvisit_counterMês passado29680
mod_vvisit_counterTodos os dias319394

We have: 23 guests, 2 bots online
Your IP: 54.81.76.247
 , 
Today: Jul 20, 2018
Noticias
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Turma de Pesca do MedioTec em Beberibe participa de seminário e visita ao IFCE


alt

Estudantes do curso de Técnico em Pesca (MedioTec), em Beberibe, participaram, em junho, de seminário na Cidade, além de realizar visita técnica ao Instituto Federal do Ceará (IFCE) em Aracati. Atualmente, a turma conta com 20 alunos.


alt

Segundo o professor Geny Gil Sá, o Seminário Beberibe em Debate permitiu que eles conhecessem “a importância do setor pesqueiro na economia local, além de ser um momento rico de aprendizagem.” Além disso, o evento serviu para uma aproximação com os gestores da Cidade e para conhecer possíveis áreas de atuação após o curso.


alt


Já na visita ao IFCE, os estudantes conheceram as instalações do novo campus e, ainda, o curso Técnico em Aquicultura, entendendo o funcionamento dos laboratórios e as pesquisas neles desenvolvidos, assim como as estruturas externas para desenvolvimento de estudos em recursos aquáticos.


alt


Na avaliação do professor, “essas atividades são de extrema importância para a formação dos alunos, na medida em que contribuem para a consolidação do processo de aprendizagem teórico-prática, tirando-os de sala de aula para a realidade, além de promover a inserção dos alunos na cadeia produtiva do setor pesqueiro e aquícola.”

A estudante Graziele Ferreira do Nascimento, 17 anos, avaliou que “as atividades práticas foram bastante produtivas, principalmente no que quesito aprendizagem, pois vivenciamos de perto a teoria que nos foi repassada em sala de aula.”


alt


De acordo com o estudante Gerson Simão Ferreira do Nascimento, 19 anos, foi interessante conhecer a infraestrutura do novo campus, apesar de não estar totalmente concluída. “Eles se esforçaram o máximo e deram toda a atenção para a gente”, comentou.

Para Graziele, a “experiência no curso está sendo oportuna” e já vislumbra seguir uma futura profissão na área, o que já é um caminho natural para Gerson, que vem de uma família que já trabalha na área da pesca. “Tinha dúvida do que estudar para poder trabalhar até conhecer esse curso, onde me sinto feliz por ter uma oportunidade”, ressaltou.