Secretarias e Órgãos
Telefones úteis
Redes Sociais

Calendário
Julho 2018
D 2a 3a 4a 5a 6a S
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31 1 2 3 4
mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterHoje180
mod_vvisit_counterOntem1066
mod_vvisit_counterEsta semana6377
mod_vvisit_counterSemana passada7447
mod_vvisit_counterEste mês21136
mod_vvisit_counterMês passado29680
mod_vvisit_counterTodos os dias319378

We have: 9 guests, 2 bots online
Your IP: 54.81.76.247
 , 
Today: Jul 20, 2018
Noticias
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Estudantes de Apicultura realizam aula prática em Limoeiro do Norte


alt


Alunos do curso técnico em Apicultura (MedioTec) do município de Limoeiro do Norte realizaram visita técnica à Casa de Mel do Apiário Flor do Vale como parte das atividades da disciplina “Manejo Sustentável em Apicultura para o Semiárido: Estação Chuvosa”.

Segundo a professora Patrícia Andrade, o local conta com 100 colmeias povoadas. “Foi uma oportunidade de ver na prática o local onde é feita a recepção das melgueiras, a desoperculação, a centrifugação, os equipamentos, como as centrífugas manuais e elétricas, a decantação, envasamento, rotulagem e expedição”, explica a professora.


alt


Apesar de não ser possível acompanhar a colheita do mel, os alunos conheceram práticas de fabricação e beneficiamento da cera de abelha, além de ter a noção de como funciona uma Casa de Mel - como é mais conhecida a unidade de extração de produtos das abelhas.

Para o estudante Pedro Henrique Fernandes Martins, 17 anos, essa foi uma oportunidade de “ver na prática o que nós tínhamos visto na teoria.” Ele comenta que chamou atenção o quanto é delicado o processo de produção do mel pelas abelhas.


alt


A aluna Renata da Silva Oliveira, 16 anos, ressalta que a vivência prática contribuiu para compreender melhor o que “nas aulas teóricas eram difíceis de entender”. Apesar de não ter acompanhado o processamento do mel, ela diz que foi possível conhecer as máquinas e equipamentos utilizados no processo. “O curso é muito bom, nos traz muitos ensinamentos, não nos ensina apenas como manejar com abelhas e sim ser pessoas melhores”, avalia.