Secretarias e Órgãos
Telefones úteis
Redes Sociais

Calendário
Maio 2018
D 2a 3a 4a 5a 6a S
29 30 1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31 1 2
mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterHoje53
mod_vvisit_counterOntem1660
mod_vvisit_counterEsta semana2900
mod_vvisit_counterSemana passada9124
mod_vvisit_counterEste mês26665
mod_vvisit_counterMês passado32234
mod_vvisit_counterTodos os dias255973

We have: 32 guests online
Your IP: 23.20.7.34
 , 
Today: Mai 22, 2018
Noticias
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Turma de Agronegócio de Quixeramobim conhece exemplo de "quintal produtivo"

Notícia publicada em 26/03/2018


Os alunos do Curso Técnico em Agronegócio, do município de Quixeramobim, participaram de visita técnica à Comunidade do Mearim, distrito de Lacerda, a cerca de 40 km da cidade onde vivem, com o principal objetivo de conhecer um sistema integrado de produção agroecológico, nesse caso, um quintal produtivo.

O quintal produtivo é uma área nos arredores das casas, usada para o cultivo de frutas, verduras, ervas e plantas medicinais. Além de garantir alimentação saudável para a família, é também uma fonte de renda.


Imagem: Fundação Brasil Cidadão


Em ônibus cedido pela Prefeitura de Quixeramobim, os alunos percebem que se aproximam do local quando enxergam, na paisagem seca do Semiárido Nordestino, uma imagem cada vez mais comum. "Faixas de terra onde o verde predomina, é o sinal de que já chegou ali a tecnologia social da Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (PAIS)", descreve a coordenadora de Área Técnica, Magda Rodrigues, que acompanhou os alunos ao lado das professoras Cristiane Aires Celedôneo, responsável pelas disciplinas de Manejo de Água e Solos e Fruticultura, e da professora Talitha Tabatha, das disciplinas Introdução ao Agronegócio, Olericultura, Piscicultura.

Numa área de, aproximadamente, um hectare, Expedito e sua esposa Maria, proprietários da terra, cultivam hortaliças e leguminosas. A água utilizada para regar os canteiros e frutíferas (maracujá, acerolas e cajueiros, principalmente), provém dos tanques utilizados para criação de tilápias.

Expedito e Maria ainda criam galinhas caipiras e abelhas nesse espaço. A agua utilizada para a manutenção de todo o sistema produtivo é baseada no armazenamento em cisternas de enchente.


alt


Além de atrair olhares dos alunos, a cor que brota da terra é capaz de transformar a vida de pequenos produtores rurais. "A garantia de renda e melhoria na qualidade de vida obtidos por meio da produção de alimentos orgânicos apontam que o campo ainda é uma alternativa viável de oportunidade de negócios, um excelente exemplo de convivência com o semiárido para aqueles que buscam na terra uma oportunidade de trabalho e de sucesso", explica Magda.

A propriedade recebe auxilio técnico do Instituto Antônio Conselheiro e Secretaria de Desenvolvimento Agrário e, a maioria dos produtos é destinada à Feira Agroecológica de Quixeramobim, que acontece semanalmente. O restante da produção é comercializado por meio de programas governamentais ligados à agricultura familiar.