Secretarias e Órgãos
Telefones úteis
Redes Sociais

Calendário
Março 2017
D 2a 3a 4a 5a 6a S
26 27 28 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31 1
mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterHoje25
mod_vvisit_counterOntem224
mod_vvisit_counterEsta semana854
mod_vvisit_counterSemana passada0
mod_vvisit_counterEste mês854
mod_vvisit_counterMês passado0
mod_vvisit_counterTodos os dias854

We have: 3 guests, 1 bots online
Your IP: 54.211.79.150
 , 
Today: Mar 23, 2017
O que é o PRONATEC?


O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) foi criado pelo Governo Federal, em 2011, através da Lei 11.513/2011, com a finalidade de ampliar a oferta de educação profissional e tecnológica, por meio de programas, projetos e ações de assistência técnica e financeira.

O Pronatec visa atender, prioritariamente, estudantes do ensino médio da rede pública, inclusive da educação de jovens e adultos; trabalhadores; beneficiários dos programas federais de transferência de renda; e estudante que tenha cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou em instituições privadas na condição de bolsista integral.

O Programa é parte de uma estratégia de desenvolvimento, em escala nacional, que busca integrar a qualificação profissional de trabalhadores com a elevação da sua escolaridade, constituindo-se em um instrumento de fomento ao desenvolvimento profissional, de inclusão e de promoção do exercício da cidadania.

Dentre as iniciativas do Pronatec está a Bolsa-Formação Trabalhador, cujo objetivo é promover a oferta de cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC), com duração mínima de 160 horas, distribuídos em 13 eixos tecnológicos.

A Fundação Universidade Estadual do Ceará (Funece) foi credenciada, em 2014, por meio da Unidade de Educação Profissional (Unep), para oferta de cursos FIC, beneficiando, em sua primeira pactuação, mais de 1.400 alunos.

Atualmente a Funece atende 704 estudantes, em 33 turmas, distribuídas em 14 diferentes cursos em 15 municípios do Ceará, o que inclui a capital, Fortaleza. Os cursos ofertados integram três eixos tecnológicos: Ambiente e Saúde, Desenvolvimento Educacional e Social e Recursos Naturais.