Secretarias e Órgãos
Telefones úteis
Redes Sociais

Calendário
Outubro 2020
D 2a 3a 4a 5a 6a S
27 28 29 30 1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31
Noticias
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
NOVA PRODUÇÃO, LIVRO: GESTÃO EM SAÚDE

O Mestrado Profissional em Gestão em Saúde, publica gratuitamente e online, sua mais nova produção de 2020.1


O livro GESTÃO EM SAÚDE: DESAFIOS, ESTRATÉGIAS, DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS, AVALIAÇÃO E VALIDAÇÃO


APRESENTAÇÃO

Profa. Dra. Clarice Maria Araújo Chagas Vergara

Considerada uma prática administrativa, a gestão em saúde busca, através da melhor combinação dos recursos disponíveis, aprimorar o funcionamento das organizações através de ações eficientes, eficazes e efetivas que permitam que a instituição alcance seu objetivo. Diante das crises financeira e social enfrentadas pelos Estados, somadas às transições demográfica, tecnológica e epidemiológica que pressionam os orçamentos, os governos, na tentativa de aumentar a eficiência e a satisfação do usuário, tem buscado novas estratégias de cobertura e formas mais versáteis de gestão e financiamento. A eficiência na gestão é essencial para que não sejam negados tratamentos por falta de recursos e para evitar desperdício com materiais, exames ou medicamentos. Quando há falhas na entrega do serviço em saúde, outros setores da sociedade são prejudicados; além disso, cuidados ineficientes reduzem a vontade social de contribuição e luta pela consolidação do Sistema Único de Saúde – SUS (DERMINDO, 2019). O processo de avaliação e incorporação de tecnologias em saúde no Brasil evoluiu consideravelmente nos últimos anos. No entanto, ainda depende de novos aprimoramentos, sendo identificado como espaço prioritário de pesquisa. Isto decorre da elevação dos custos dos sistemas de saúde, do aumento da expectativa de vida da população, do maior conhecimento sobre o processo saúde-doença e da aceleração do desenvolvimento tecnológico, que pressiona a incorporação de tecnologias inovadoras, mas que necessitam garantir eficácia e segurança. A incorporação de tecnologias nos sistemas de saúde deve ser constantemente analisada e aprimorada para que sua adoção ocorra de forma sustentável, transparente e que favoreça sua consolidação no SUS (LIMA; BRITO; ANDRADE, 2019). Esta obra, intitulada Gestão em saúde: desafios, estratégias, desenvolvimento de produtos, avaliação e validação, foi produzida por mestrandos e pesquisadores vinculados ao Mestrado Profissional em Gestão em Saúde da Universidade Estadual do Ceará que possui como objetivos formar mestres capacitados para gestão de serviços e redes de saúde, com incorporação de conhecimento e práticas nos serviços; instrumentalizar os profissionais para a produção de conhecimento científico e tecnológico voltados ao desempenho de qualificação profissional na área de Gestão em Saúde; instrumentalizar os profissionais para a pesquisa aplicada com proposição de inovações tecnológicas e implementação do conhecimento produzido no campo da gestão relacionado à vigilância, ao planejamento, à tecnologia e à gestão do cuidado e a assistência; Editora CRV - versão final das organizadoras - Proibida a impressão e a comercialização 12 construir e validar ferramentas tecnológicas e modelos organizacionais, que fortaleçam práticas eficientes e eficazes de gestão, na perspectiva emancipatória, além de contribuir para agregar competitividade e aumentar a produtividade em organizações públicas e privadas, fortalecendo a educação permanente. Na primeira parte da obra serão apresentados nove capítulos relacionados à “Gestão em saúde: desafios e estratégias” incluindo temáticas sobre: Prevenção de eventos adversos relacionados à retenção de corpos estranhos na cavidade cirúrgica: uma revisão integrativa (Capítulo 1); Estratégias e ações do cuidado ao idoso institucionalizado (Capítulo 2); Custo-efetividade do serviço diagnóstico dos exames de raio x em policlínicas regionais do Ceará (Capítulo 3); Gestão e empreendedorismo na odontologia: repensando a formação do cirurgião dentista (Capítulo 4); Revisão integrativa em erros em medicação em pacientes de pediatria e neonatologia (Capítulo 5); Gerenciamento de resíduos de serviços de saúde: um processo de ensino-aprendizagem (Capítulo 6); A judicialização como garantia do direito ao tratamento para a dependência química em comunidades terapêuticas (Capítulo 7); A percepção e a abordagem dos erros médicos e assistenciais no brasil: uma revisão integrativa (Capítulo 8) e Monitoramento dos indicadores de saúde: desafios enfrentados por gestores da atenção básica (Capítulo 9). A segunda parte inclui três capítulos sobre “Desenvolvimento de tecnologias e produtos” com temáticas de Utilização de jogo comportamental em processo de seleção para estagiário de técnico de enfermagem (Capítulo 10); Análise de requisitos de um de software para gestão de compras de materiais e medicamentos para unidades públicas hospitalares (Capítulo 11) e Fluxo de atendimento ao usuário do ambulatório de hematologia e sua relação com o processo de trabalho da equipe (Capítulo 12). A terceira parte traz dois capítulos sobre “Avaliação e validação” intitulados Utilização de questionários validados para mensurar a cultura de segurança do paciente no mundo: uma revisão integrativa (Capítulo 13) e Dificuldades percebidas pelos cuidadores durante o cuidado nutricional a pacientes em terapia nutricional enteral domiciliar: uma revisão integrativa (Capítulo 14). Diante do exposto, o livro busca discutir a gestão em saúde por meio de evidências científicas e contribuições teóricas e práticas, abordando desafios, estratégias, desenvolvimento de produtos, avaliação e validação. Desse modo, desejo a você, caro leitor, uma excelente reflexão e uma boa leitura!

“Basicamente, a Gestão significa influenciar a ação. Gestão é sobre ajudar as organizações e as unidades fazerem o que tem que ser feito, o que significa ação”

Henry Mintzberg