Acesso Rápido

Telefones Úteis

 

Redes Sociais 

         
Página Inicial Noticias Lista de notícias III Semana Nacional do Livro e da Biblioteca - Biblioteca e Bibliotecários: simplesmente assim
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
 
III Semana Nacional do Livro e da Biblioteca - Biblioteca e Bibliotecários: simplesmente assim
Ter, 27 de Novembro de 2012 12:00

 
BIBLIOTECA E BIBLIOTECÁRIOS: SIMPLESMENTE ASSIM!

Foi o tema da III Semana Nacional do Livro e da Biblioteca do Sistema de Bibliotecas da UECE que sugeriu conhecimento, participação e valorização profissional.
Efetuada a programação observou-se a diversidade de questões que englobavam parte do mundo bibliotecário que é a questão da digitalização de documentos, conservação de material bibliográfico, Software para bibliotecas e gestores da informação. Todos subtemas de valor relevante para discussão dentro de um evento de alto nível que foi a ... XVII SEMANA UNIVERSITÁRIA DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ.
Aconteceu nos dias 19 a 23 de novembro do ano em curso na Sala de Leitura Livre da Biblioteca Central Antonio Martins Filho e contou com Mesas redondas, apresentações culturais, artísticas  e oficinas.
 
Estiveram presentes ao evento: Bibliotecários, Estudantes de Biblioteconomia, Professores, Funcionários e Alunos da UECE. 
 
__________________________________________________________ 


PRIMEIRO DIA
PRESERVAÇÃO E CONSERVAÇÃO DE MATERIAL RARO 
EM BIBLIOTECAS PÚBLICAS NO ESTADO DO CEARÁ


Consistiu em apresentar Diretores de Bibliotecas Pública Estadual e Federal, que dispõem em seu acervo, material bibliográfico de valor incalculável. 
O evento teve inicio com a apresentação e divulgação do livro “Prospecção, Proteção & Transferência de Tecnologia: um manual de propriedade intelectual” do Professor Vinicius Madureira da UECE.
 
 
 
Antes, porém em frente a Biblioteca Central, o NUDAL (Núcleo de Danças e Lutas) mostrou aos colegas e visitantes o quanto são bons na arte da dança. Os shows de dança perduraram por toda semana universitária.
 
 
 
Magnólia Carvalho Serrão, Conservadora/Restauradora do Laboratório de Restauração da Biblioteca Pública Governador Menezes Pimentel executa serviços de conservação e restauração do acervo da instituição. Oferece cursos nesta área e presta em parceria com a APADA (Associação de Pais e Amigos do Deficiente Auditivo) um importante serviço social, capacitando surdos ao trabalho de conservação de livros e documentos. Este foi o tema de sua apresentação na III Semana Nacional do Livro e da Biblioteca.
 
 
 
Francisco Jonatan Soares, Diretor do Sistema de Bibliotecas da UFC, abordou o processo de implantação do Laboratório de Restauração na Biblioteca do Centro de Ciências e Tecnologia. Esse empreendimento além de contribuir na restauração e higienização do acervo, tornará disponível uma das coleções mais raras e ricas do Nordeste. Assim, após ser aprovado pelo BNDES por meio de seleção de projeto, o laboratório irá focar na execução do trabalho de restauração das obras raras do sistema e, para isso, deverá contar com uma equipe formada por bibliotecários, restauradores, químicos e 20 auxiliares deficientes físicos que irão ajudar na higienização das obras. Duas são as aspirações do Diretor das Bibliotecas da UFC: criar dentro do laboratório um setor de encadernação que para isso terá que solicitar da Universidade Federal do Ceará financiamento próprio e também a realização de concursos públicos para restauradores, bibliotecários e químicos. 
 
 
 
Francisco Welton Rios além de representar a Diretora da Biblioteca Central Ana Néri Barreto de Amorim que não pode comparecer a abertura do evento por motivo de força maior, discorreu sobre a preservação e acondicionamento das 16.000 obras do acervo Djacir Menezes quando da aprovação do Projeto BNDES em 2010.
 
 
 
Outro projeto realizado foi o de “Preservação do Memorial do Acervo Djacir Menezes” financiado pelo Banco do Nordeste do Brasil beneficiando mais uma vez, o referido acervo com a produção de um documentário, confecção ex-libri e de um catálogo em papel.
Professora Ms. Juliana Buse de Oliveira do Departamento de Ciências da Informação do Curso de Biblioteconomia da UFC tratou de esclarecer as questões referentes ao trabalho do Conservador e Restaurador (PROJETO DE LEI N.º 3.053, DE 2008) que dispõe sobre a regulamentação da atividade profissional exercida por esses profissionais de Bens Culturais e outras providências.
 
 
 
Finalizou seu discurso acercando-se da necessidade de se ter como disciplina obrigatória o de “Conservação Preventiva” fundamental para formação de profissionais no saber cuidar e preservar documentos.
Essa Mesa Redonda contou com 45 inscritos mais somente 25 estiveram presentes.
Foi servido um coffe break no intervalo do evento.


SEGUNDO DIA
DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE BIBLIOTECAS PARA 
PRESERVAÇÃO E ACESSO À INFORMAÇÃO: RELATOS DE EXPERIÊNCIA

Essa mesa-redonda teve como objetivo a troca de experiências entre profissionais que trabalham no âmbito do desenvolvimento de sistemas para bibliotecas. 
No Começou da manhã Bianca e Júlio estudantes do Curso de Biblioteconomia da UFC do Grupo “Convite de Contadores de História” abrilhantaram o evento com seus contos imaginários, o eterno encanto das narrativas que despertou a atenção do público adulto presente ao evento.
 
 
 
Fernando Antônio Lourinho Mota da DATA X apresentou o software de Bibliotecas intitulado AUTOBIB, suas funcionalidades e serviços para o acesso à informação em todos os seus suportes informacionais. Alguns critérios funcionais e administrativos foram citados pelo empresário, que são: Biometria, auditoria, reserva agrupada, tipos de empréstimo, controle de assinaturas e aquisição de periódicos, bem como de todo material bibliográfico. 
 
 
 
 
Francisco José de Azevedo Alves, Analista de Sistemas do Departamento de Informática da UECE, fez um paralelo entre o sistema atual e o que está sendo desenvolvido no momento mostrando as funcionalidades em comum entre ambas e as novas ferramentas que serão acrescentadas para acesso e recuperação da informação. A data da entrega do novo sistema está prevista para o ano de 2013 e será destinado a todas as unidades informacionais que compõe o sistema das bibliotecas da UECE. 
 
 
 
Os palestrantes Felizardo Charles, Deivid Mourão e Jorge Luiz da Universidade Vale do Acaraú tiveram que se ausentar por motivo de trabalho na última hora.
Contou-se com 46 inscritos, 23 participaram.
Como aconteceu no dia anterior foi servido coffe break.
 

TERCEIRO DIA
O PROFISSIONAL DA INFORMAÇÃO E OS ÓRGÃOS DE CLASSE


O que queremos?
Criar o Sindicato da classe bibliotecária de acordo com a previsão constitucional (art. 8º, inciso III), para defender os direitos e interesses coletivos ou individuais da categoria.
Apresentação de violão em 04 solos com Maycon Gomes da Silva, professor de violão e coral do Colégio Piamarta, foi o que moveu o inicio dos trabalhos da Mesa Redonda do 3º dia da Semana do Livro e da Biblioteca da UECE. 
 
 
 
Substituindo Maria Herbênia Gurgel Costa Presidente do Conselho Regional de Biblioteconomia – 3º Região, a Professora Francisca Teresinha Batista Vieira destacou-se falando da importância do Conselho para a classe bibliotecária e o trabalho conjunto com a Associação de Bibliotecários do Ceará. 
 
 
 
Niedja Maria Andrade Carneiro Presidente da Associação de Bibliotecários do Ceará triênio 2011 – 2013 principiou sua fala referindo-se ao histórico da ABC que foi fundada em 12 de julho de 1963. À  Associação de Bibliotecários do Ceará é uma instituição sem fins lucrativos. Surgiu com a realização do IV Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação em Fortaleza, e de um grupo de jovens, eram elas: Aracy, Conceição, Cleide, Herbene, Luiza, Lilian, Vânia, Fernandina, Antonieta, todas, professoras do Curso de Biblioteconomia da UFC na época. Foi assim que tudo começou. Em meados de 1963, foram criados, respectivamente, a Associação e o Curso de Biblioteconomia na Universidade do Ceará. Longo foi o caminho da ABC. Problemas foram surgidos e resolvidos, aprendizagens e experiências foram conquistadas a ABC é uma instituição onde, quem passa por ela, deixa e leva saudades. Nela se trabalha o social, congregando-se bibliotecários da região para defesa e prestígio da classe e da profissão; procura-se incentivar e promover estudos relacionados com a Biblioteconomia; promovem-se congressos, conferências, exposições e publicações, bem como, intercâmbio profissional com entidades congêneres, do país ou estrangeiras; colabora-se com entidades públicas e privadas no desenvolvimento da solidariedade da classe; presta-se serviços técnicos de gerenciamento total ou parcial, em assuntos ligados a informação, editoração, educação e cultura, a entidades públicas e particulares, mediante assinatura de acordos, contratos ou convênios. Sua anuidade é de R$ 80,00 por sócio e conta hoje com 107 colaboradores, sendo que somente 45 pagantes. Precisamos da ABC para transformar-nos em Sindicato. Em janeiro de 2013 vá até a  ABC, cadastre-se como sócio ou saía da situação de desligado e viva uma nova fase na sua vida profissional. Endereço da ABC é: Av. Santos Dumont, 1687 – Sala 204 – CEP 60.150-190 – Tel. (85) 3244.0357 // 8842.3600 – Fortaleza (Ceará) – Site: www.abcce.org.br
 
 
 
Maria do Socorro Sampaio Flores (Mileide) ex-presidente do Sindicato dos Livreiros do Ceará relatou sua experiência como presidente de classe, suas dificuldades, benefícios e aprendizado pessoal durante sua gestão iniciada em 1994. Conceituou sindicato como sendo um órgão que possui uma base territorial e geográfica com responsabilidades bem mais amplas que uma associação de classe. 
 
 
 
Professora Dra. Fátima Araripe, professora do Curso de Biblioteconomia fez relato sobre o histórico dos órgãos trabalhistas para em seguida expor sobre os órgãos de classe da Biblioteconomia. A professora enfatizou bastante a relevância da formação de uma consciência política desde a graduação por meio dos estágios supervisionados nos órgãos de classe como conselho, associação e sindicato. “É necessário que a Biblioteconomia tenha ações políticas visando à ampliação e inserção dos bibliotecários no mercado de trabalho de modo que estes tenham todos seus direitos assegurados por lei”, disse a referente docente. 
 
 
 
Vera Stefanov, Presidente do Sindicato de Bibliotecários do Estado de São Paulo, discorreu sobre sua experiência nessa entidade salientando todos os benefícios que foram alcançados como o piso salarial e a questão da insalubridade. A presidente destacou que o sindicato é uma entidade sem fins lucrativos cujas atribuições são as seguintes: representar de forma legal uma dada classe, defender os interesses profissionais junto às instituições públicas e privadas e apoiar e promover iniciativas de educação continuada. Para isso, Vera apontou que é necessário que essa entidade tenha sede própria e conte com uma assessoria de imprensa, contábil e, sobretudo, jurídica, pois a mesma estará junto ao sindicato atuando para que os direitos trabalhistas da classe sejam assegurados. Além disso, foi destacada a Portaria nº 186/2008 que trata dos pedidos de registro sindical e de alteração estatutária e também foi lembrado o estatuto sindical com suas prerrogativas de direitos e deveres dos associados, penalidades, entre outros.
 
 
 
A palestra da doutora e bibliotecária Vera Stefanov aconteceu nos períodos manhã e tarde e foi encerrada com o tradicional coffe break.
Gabriel Rochinha, Diretor do Sindicato de Bancários do Ceará, afirmou que o sindicato é uma entidade eminentemente política e que faz parte do seu papel atuar no que diz respeito ao piso salarial, jornada de trabalho, doenças ocupacionais, demissões, entre outros. O advogado afirmou que, para criação de um sindicato, são necessários alguns passos: representatividade da classe, formação de assembleia e elaboração de ata de eleição, publicação do edital de eleição em jornais de grande circulação, eleição propriamente dita, homologação do resultado (registro da ata de posse no cartório), localização de uma sede do sindicato e  cadastramento na junta comercial para aquisição de CNPJ e, por fim, encaminhamento da carta sindical ao Ministério do Trabalho.
 
 
 
27 participaram, 44 se Inscreveram.


QUARTO DIA
DIGITALIZAÇÃO E CRITÉRIOS DE DOCUMENTOS

Esta palestra foi cancelada por motivo de um compromisso de última hora, segundo justificativa do palestrante.

  
OFICINAS
RESTAURAÇÃO, ORIGAMI E MASSAGEM


As oficinas de Restauração, Massagem e Origami ocorreram no período da tarde durante toda semana e contou com 56 participantes.
 
Meirilane Santos - Instrutora da Oficina de Restauração
 
 
Paula Rodriguês - Instrutora da Oficina de Origami
 
 
À esquerda: Inês Parnaíba - Instrutora da Oficina de Massagem 
 
 
EQUIPE GERAL
Reitor: José Jackson Coelho Sampaio;
Vice Reitor: Hidelbrando dos Santos Soares;
Diretora do Sistema de Bibliotecas da UECE: Ana Neri Barreto de Amorim (Bibliotecária);
Organizadoras do evento: Ana Neri Barreto de Amorim, Giordana Nascimento e Lúcia Oliveira (Bibliotecárias);
Responsáveis pelo stand: Thelma Marilanda e Welton Rios (Bibliotecários);
Responsáveis pelas Oficinas: Doris Day Eliano e Francisco Leandro (Bibliotecários);
Responsáveis pela Decoração dos ambientes da Biblioteca: Lúcia Oliveira (Bibliotecária)
e Vasco Robson S. Correia (Bolsista de Biblioteconomia-UFC);
Responsáveis pela Tecnologia da Informação e Comunicação: Lúcia Oliveira (Bibliotecária),
Giordana Nascimento (Bibliotecária),
Leandro Martins (Aux. Administrativo);
Responsável pela limpeza: Carlos Gilson (Aux. de Serviços Gerais);
Colaboradores: Arnaldo Ricardo, Gicelle de Souza, Francisco Leandro, Leila Sátiro (Bibliotecários),
Jéssica Parnaíba, Edicélio Leitão, Lídia, Uiara Freitas (Aux(s). Administrativos),
Natália Alves (Bolsista de Biblioteconomia-UFC).
 


A TODOS NOSSA GRATIDÃO.
 
 



 

Serviços

Agenda - Outubro 2014

Do Se Te Qu Qu Se Sa
28 29 30 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31 1

UECE - Biblioteca -Av. Dr. Silas Munguba, 1700 - Campus do Itaperi - Fortaleza/CE

Fone: (85) 3101-9685 / 3101-9689 Fax: (85) 3101-9690 E-mail: bibliot@uece.br

© 2009 - Governo do Estado do Ceará. Todos os Direitos Reservados